Click Gratis Saúde da mulher: Saiba quando você deve procurar um mastologista

Saúde da mulher: Saiba quando você deve procurar um mastologista

Um médico mastologista é aquele que acaba se especializando para cuidar das glândulas mamárias. Portanto, este é o médico que acaba sendo responsável pelo estudo, diagnóstico, tratamento e reabilitação de todas as afecções que podem vir a acontecer nas mamas. Essa parte do corpo acaba sendo uma das mais afetadas por células cancerígenas nas mulheres, por isso requer atenção. 

Para manter um monitoramento constante dessa parte do corpo, os especialistas recomendam que as mulheres incluam na sua rotina o chamado autoexame. O ideal é que ele seja feito uma vez por mês, entre o terceiro e o quinto dia após a menstruação, ou então em uma data fixa para aquelas mulheres que já entraram na menopausa. 

Mas é sempre importante salientar que este hábito não dispensa a visita anual a um mastologista. As mulheres precisam incluir uma visita neste médico todos os anos para conseguir ter um panorama completo da saúde desta parte do corpo, uma vez que nem sempre os famosos caroços podem acabar sendo identificados apenas com o toque.

Saúde da mulher: Saiba quando você deve procurar um mastologista

Saúde da mulher: Saiba quando você deve procurar um mastologista

Click Grátis - Notícias

Veja também:

9 sintomas sutis que podem indicar um câncer de mama Cuidados para manter as mulheres longe de doenças Respostas importantes para 7 dúvidas sobre mastectomia e reconstrução das mamas

Além disso, também existem alguns sinais do corpo que devem ser observados e que podem acabar indicando a necessidade de procurar um profissional desta natureza o mais cedo possível. Conheça os principais:

Aumento do volume da mama

As mulheres tendem a manter o mesmo volume mamário durante toda a sua fase adulta. Mesmo quando elas engordam, a região que acaba tendo o seu tamanho ampliado é aquela que fica ao redor da mama. Por isso, é muito importante que elas fiquem de olho em qualquer mudança anormal de tamanho, especialmente aquelas que acontecem em um curto período de tempo. Este aumento pode significar apenas uma Alteração Funcional Benigna da Mama (AFBM), mas também pode indicar a presença de um tumor maligno. O profissional médico mastologista terá todo o conhecimento necessário para entender o que está acontecendo e definir a origem deste crescimento. 

Vermelhidão aparente na pele

Em alguns casos, sem grandes motivos aparentes, pode ser que surja uma vermelhidão na região mamária que se torna muito nítida para as mulheres. Caso não esteja associado a nenhum tipo de alergia ou então alguma lesão externa, este é um sinal que pode indicar um carcinoma mamário inflamatório (câncer raro), ou um sarcoma mamário com comprometimento dos vasos linfáticos da pele. Nestes casos, a vermelhidão acaba acontecendo em virtude de um entupimento dos vasos linfáticos pelas células cancerígenas. 

Secreção mamilar

Qualquer secreção que surja em qualquer parte do corpo humano realmente precisa ser investigada, pois na grande maioria dos casos está diretamente associada a um quadro de infecção que está em andamento. No caso das secreções que possam estar saindo da região mamária, essa investigação deve ser feita o quanto antes. Pode ser um sinal da ação de células de câncer que já estão em atuação no corpo. O médico mastologista, diante deste sintoma, vai fazer uma série de exames para verificar a saúde dessa parte do corpo feminino, sendo que ele poderá utilizar tanto uma combinação de exames de imagens com exames laboratoriais. 

Retração mamilar

Outro sintoma que poderá ser percebido a partir de uma mudança física na região das mamárias é a chamada retração mamilar.  Isso acontece quando a mulher não possui o mamilo do tipo invertido naturalmente, algo que pode ser considerado até mesmo natural e comum em um grupo grande de pessoas do sexo feminino. Qualquer tipo de retração que possa acontecer nessa parte do corpo, com ou sem dor, pode acabar sendo um sinal importante de que alguma coisa está errada.

Nódulo palpável

Este acaba sendo o sinal mais conhecido de alerta e que geralmente é sentido durante o autoexame de toque. Esses nódulos podem indicar tanto a presença de massa benigna quanto a de algum tumor maligno. Os nódulos cancerosos são espessos, compactos, duros e de contornos mal definidos.

Eles acabam sendo caraterizados também como sendo uma massa dura e indolor. É fundamental que a investigação, neste caso, aconteça o mais breve possível, pois o câncer acaba tendo uma grande chance de ser curado quanto mais cedo as pessoas consigam iniciar o tratamento. 

Descamação mamilar

Se a mulher perceber que existe uma perda de pele morta na região do mamilo que possa ser considerado acima do normal, também acaba sendo um sinal importante para fazer uma visita ao mastologista. Neste caso, essa descamação acaba acontecendo muito mais durante o banho, pelo menos de uma forma mais aparente. Ela pode estar acompanhada de alguns outros sintomas, como dor, presença de nódulos na região próxima, mudanças no formato do seio ou ainda secreção de líquidos dos mamilos. Mas mesmo que ainda não esteja associada a estes sintomas, é muito importante visitar um médico para ter uma ideia do que realmente está acontecendo. 

Últimas