Notícias Correção: paciente suspeita em BH será testada especificamente para coronavírus

Correção: paciente suspeita em BH será testada especificamente para coronavírus

Agência Estado

A matéria enviada na noite desta quarta-feira, 29, trazia um erro no 2ª parágrafo. A estudante retornou da China no dia 24 de janeiro, e não no dia 25, como constava. Segue o texto corrigido.

O Ministério da Saúde informou nesta quarta-feira, 29, que uma paciente suspeita de coronavírus em Belo Horizonte (MG) foi submetida ao exame específico para identificar a nova doença. A previsão é que resultado saia até esta sexta-feira, 31.

O caso suspeito é o de uma estudante de 22 anos que esteve recentemente em Wuhan, na China. Ela retornou ao Brasil no dia 24 de janeiro. Antes de chegar no destino final, a capital mineira, o voo fez escala em Paris (França) e Guarulhos (SP).

Segundo a pasta, familiares e pessoas que tiveram contato com a paciente estão sendo monitorados por telefonemas e visitas da vigilância sanitária. O procedimento será o mesmo para os demais casos classificados como suspeitos.

Além do caso em Belo Horizonte, outros oito pacientes são suspeitos da doença. Antes de realizar o exame específico para o novo vírus, os pacientes são submetidos a testes para identificar outros tipos de vírus respiratórios. Esses exames preliminares são mais rápidos e baratos e ajudam descartar o coronavírus.

No total, a pasta foi notificada de 33 casos. Mas apenas pacientes que apresentam sintomas como febre, tosse e dificuldade para respirar e têm histórico de viagem para a China nos últimos 14 dias, mesmo antes de apresentarem os possíveis sinais de infecção, são considerados suspeitos.

Últimas