Veja 8 maneiras de combater o Aedes aegypti

O melhor caminho para “exterminar” o inimigo é acabar com os criadouros

A manutenção e remoção de criadouros deve acontecer durante o ano todo

A manutenção e remoção de criadouros deve acontecer durante o ano todo

Pixabay

Você nem imagina, mas pode estar dando abrigo a um poderoso inimigo no seu próprio quintal. O Aedes aegypti não pede licença e um pequeno descuido pode se transformar em um grande problema para toda a família. A melhor maneira de declarar guerra contra a Dengue, Zika e Chikungunya é manter a casa livre de criadouros.

Mas não pense que os cuidados devem ser redobrados apenas no verão. A manutenção e remoção de criadouros deve acontecer durante todo o ano.

1) Nada de água acumulada!

O Aedes aegypti gosta de água limpa. Por isso, fique atento a tudo o que pode acumular água no seu quintal: garrafas vazias, pneus, calhas, caixas d’água descobertas, vasos de plantas e bebedouros de animais de estimação.

2) Acrescente areia ao vaso

Como os pratos podem acumular água, é muito importante encher a borda de areia. Essa atitude ajuda a conservar a umidade e evita que se tornem possíveis criadouros.

3) Use telas nas janelas e portas

Uma boa pedida para proteger a família e impedir a entrada do mosquito é usar telas nas portas e janela.

4) Dê atenção ao lixo


Não despeje lixo em margens de córregos ou riachos, por exemplo. Lembre-se sempre que lugar de lixo é no lixo. Em casa, mantenha garrafas com a boca virada para baixo e o lixo sempre fechado.

5) Use desinfetante nos ralos

O ideal é sempre manter o ralo fechado com uma tela. Procure também higienizá-lo com desinfetante regularmente.

6) Mantenha a caixa d’água fechada e a calha limpa

Reservatórios podem se transformar em criadouros de dengue. Portanto, deixe a caixa d’água sempre fechada e com tampa adequada. A limpeza de calhas também é essencial para manter o Aedes aegypti longe.

7) Cuidado com piscinas e aquários

Em épocas de surto, você deve redobrar a atenção com a limpeza em piscinas e aquários, já que ambos podem se tornar foco da doença.
 

8) Use protetor com repelente

No dia a dia ou em viagens, não deixe de manter a família protegida contra o mosquito.

Fontes:
Ações de combate ao mosquito Aedes Aegypti. Ministério da Saúde, 2019. Disponível em: http://www.saude.gov.br/saude-de-a-z/combate-ao-aedes#acoes . Acesso em 2 de agosto de 2019.

Combate ao mosquito Aedes aegypti. Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), 2019. Disponível em:
http://www.ans.gov.br/prevencao-e-combate/combate-ao-mosquito-aedes-aegypti. Acesso em 2 de agosto de 2019.