Distrito Federal Ariano Suassuna é flagrado deitado no chão do Aeroporto de Brasília

Ariano Suassuna é flagrado deitado no chão do Aeroporto de Brasília

Assessoria diz que prática de escritor é comum e não houve qualquer contratempo

Ariano Suassuna é flagrado deitado no chão do Aeroporto de Brasília

Assessoria disse que Ariano Suassuna deita no chão "nem que seja por dez minutinhos para se esticar"

Assessoria disse que Ariano Suassuna deita no chão "nem que seja por dez minutinhos para se esticar"

Reprodução/Instagram

O escritor Ariano Suassuna, de 86 anos, que esteve em Brasília na última terça-feira (15) para participar da 2ª Bienal do Livro e Leitura, foi flagrado por um internauta deitado no chão do Aeroporto Internacional Juscelino Kubitschek, na manhã de quarta-feira (16), enquanto aguardava voo para Recife (PE). A foto foi divulgada nesta segunda-feira (21).

Na rede social, o internauta chegou a sugerir um problema e usou a hastag #imaginanacopa. No entanto, a assessoria pessoal do escritor disse que essa prática é comum. 

Segundo a assessoria, a foto é mesmo de Suassuna e ele considera os aeroportos em geral muito desconfortáveis e por isso, mesmo que o voo não esteja atrasado, deita no chão para se esticar. “Não importa se são dez minutinhos, mas ele faz isso sempre. Não há nada de errado”, informou o assessor.

Homenagem

Suassuna foi homenageado na 2ª Bienal do Livro e da Leitura, em Brasília, evento que fez parte das comemorações do aniversário de 54 anos da capital federal. O autor é um dos grandes nomes da literatura nacional. 

Teatrólogo e romancista, Suassuna nasceu em 16 de junho de 1927, em João Pessoa (PB). Em 1942, se mudou para o Recife (PE), onde se formou e iniciou sua carreira. Entre suas obras de maior sucesso estão "O Auto da Compadecida" (1955) e a “Pedra do Reino” (1971).