Brasília deve ser a segunda casa do Flamengo

Governador do DF se reúne com diretoria do time carioca para negociar mais jogos no Mané Garrincha

Clube de Regatas do Flamengo vai lançar a nova camisa em jogo contra o Santos, no Mané Garrincha, dia 26 de maio

Clube de Regatas do Flamengo vai lançar a nova camisa em jogo contra o Santos, no Mané Garrincha, dia 26 de maio

Roberto Barroso/GDF

A capital do País pode se tornar a segunda casa do Flamengo. Isso porque Brasília tem o segundo maior número de sócio-torcedores do clube no País e por isso o time carioca quer negociar um número maior de jogos no Estádio Mané Garrincha.

Nesta sexta-feira (10), a diretoria do Flamengo visitou o governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz.  O presidente do Clube de Regatas do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello, conta que a intenção é estreitar os laços com a população.

— A ideia é que o Flamengo passe a jogar mais vezes no Mané Garrincha e tenha a capital como uma segunda casa, em retribuição a paixão dos torcedores daqui pelo time.

Leia mais notícias no R7 DF

Bombou no DF: Suposto milagre do galho congelado atrai centenas de pessoas em Ceilândia

O governador ficou animado com a ideia de promover grandes jogos no novo estádio, que será inaugurado no próximo sábado (18).

— O que queremos para Brasília é exatamente isso, ser um orgulho para os torcedores locais e do País, com a perspectiva de poder disponibilizar sempre um grande evento.

Lançamento da nova camisa

O primeiro jogo do Flamengo no novo Mané Garrincha será em 26 de maio, contra o Santos, pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro deste ano.

Além disso, a equipe do Rio de Janeiro fará em Brasília, no dia do jogo, o lançamento mundial da nova camisa do rubro-negro.

Faça seu e-mail do R7
Imprima suas fotos no R7!
Venha para o R7 Banda Larga!