Distrito Federal Doentes, leão e onça-pintada esperam transferência do Zoológico de Brasília para SP

Doentes, leão e onça-pintada esperam transferência do Zoológico de Brasília para SP

Se houver acordo, os animais podem ser levados para um santuário

Doentes, leão e onça-pintada esperam transferência do Zoológico de Brasília para SP

Leão Dengo passa a maior parte do dia deitado, em exposição no Zoológico de Brasília

Leão Dengo passa a maior parte do dia deitado, em exposição no Zoológico de Brasília

Reprodução / TV Record Brasília

Depois que ativistas protestaram contra supostos maus-tratos contra animais no Jardim Zoológico de Brasília, o GDF (Governo do Distrito Federal) espera o desenrolar burocrático para uma possível transferência do leão Dengo e da onça-pintada Tuan para o santuário Rancho dos Gnomos, em Cotia (SP).

Dengo sofre com AIDS felina e, por conta disso, ele fica mais quieto e passa a maior parte do tempo deitado no zoológico. Já Tuan, aos 21 anos, sofre com insuficiência renal. Não existe uma definição de que os animais serão levados para outro lugar, mas segundo o vice-governador do DF Renato Santana, não há resistência do governo para a possível transferência.

 — Como houve um manifesto de um santuário de abrigar esse animal, o governador não vê problema algum nisso, desde que se faça todo o trâmite e que se cuide essencialmente da saúde deste animal.

Leia mais notícias no R7 DF

Ativistas protestam contra maus tratos no Zoológico de Brasília

Segundo a direção do Jardim Zoológico de Brasília, ambos os animais estão sendo bem tratados e, por isso, a onça Tuan foi colocada novamente em exposição para o público depois de sair do hospital veterinário. A direção se reuniu novamente com os ativistas nesta terça-feira (18) para discutir a transferência, mas segundo a representante da Frente Parlamentar Pro-Animais do Congresso Nacional Ana Carolina Mourão, há um impasse com o zoo.

— O problema é a burocratização da doação dos animais num momento de crise explícita do Zoológico de Brasília, diante de uma CPI dos maus tratos aos animais. O Zoológico vem mostrando que eles não são maltratados, que eles fazem um trabalho exemplar, e há indícios de que os trabalhos não são tão bons assim, ou que há muitas falhas e inclusive riscos para a população e para os tratadores.

Caso sejam doados, quem vai cuidar da transferência dos felinos é o Instituto Luiza Mell. O biólogo Frank Alarcon explica que a viagem dos animais até São Paulo deve durar 24 horas, com acompanhamento de dois médicos veterinários.

— Essa é uma operação bastante complicada, mas absolutamente possível de ser feita, como já foi feita várias vezes, desde que acompanhada dos profissionais habilitados a entender a biologia destes grandes felinos.

Experimente grátis: todos os programas da Record na íntegra no R7 Play

Onça Tuan sofre com a idade avançada e com insuficiência renal no Zoológico de Brasília

Onça Tuan sofre com a idade avançada e com insuficiência renal no Zoológico de Brasília

Reprodução / TV Record Brasília