Distrito Federal Governo revoga permissões da Viplan e intervém na empresa de transporte rodoviário

Governo revoga permissões da Viplan e intervém na empresa de transporte rodoviário

Empresas de Wagner Canhedo mantém quase um terço das linhas de transporte público do DF

O governo do Distrito Federal resolveu intervir na manhã desta segunda-feira (23) na gestão administrativa das empresas de transporte coletivo Viplan (Viação Planalto), Condor Transportes Urbanos LTDA. e Lotaxi Transportes Urbanos LTDA, ambas pertencentes a família do empresário Wagner Canhedo. De acordo com o governo, Canhedo não tem seguido as normas estabelecidas para o repasse das linhas para as empresas vencedoras da licitação que pretende renovar o transporte público do DF.   

A TCB (Sociedade de Transportes Coletivos de Brasília LTDA) assumirá imediatamente os serviços prestados por essas empresas. As empresas de Canhedo exploram 214 linhas no DF com 744 veículos, o equivalente a quase um terço do mercado do DF.  

Leia mais notícias no R7 DF  

Segundo o governo, a intervenção assumirá o mesmo modelo adotado na intervenção das empresas do Grupo Amaral. O GDF pretende inicialmente garantir a demissão dos funcionários de formal legal e liberá-los para a recontratação nas novas empresas.  

Últimas