Distrito Federal Gravação revela momento em que piloto declara emergência para pousar em Brasília

Gravação revela momento em que piloto declara emergência para pousar em Brasília

Avião precisou fazer pouso de emergência no Aeroporto JK

Gravação revela momento em que piloto declara emergência para pousar em Brasília

O R7 DF conseguiu em primeira mão a gravação da conversa entre o piloto e a torre de controle que revela o momento em que foi declarada emergência antes do pouso forçado do avião da Avianca no Aeroporto JK na tarde desta sexta-feira (28).  

— Fizemos todos os procedimentos descritos, não obtivemos sucesso. Ainda temos a informação do trem de nariz não baixado e travado. A partir de agora a gente declara emergência.  

O piloto diz ainda que não quer causar pânico entre os passageiros e tripulantes.  

— Eu não quero assustar os passageiros. Solicito apoio de solo, bombeiros e ambulância.

O piloto do Fokker 100 precisou fazer o pouso do avião de "barriga". De acordo com a FAB (Força Aérea Brasileira), 44 passageiros e cinco tripulantes estavam a bordo.  

Leia mais notícias no R7 DF 

O comandante teria aberto o trem de pouso e, apesar do avião ter acusado a abertura, isso não ocorreu. Ninguém ficou ferido. O voo 6393 saiu de Petrolina (PE) para Brasília.  

Um passageiro que estava dentro da aeronave da Avianca que fez um pouso forçado por volta de 18h desta sexta-feira (29) no Aeroporto Juscelino Kubitschek, em Brasília, contou que todos foram avisados sobre o pouso de emergência do Fokker 100 e que não houve pânico.    

O engenheiro Roque Marinato, de 70 anos, disse que o trem de pouso dianteiro não abriu e o piloto informou toda a ação e tranquilizou os passageiros.     

— Foi tudo muito tranquilo e algumas pessoas até brincaram enquanto esperávamos pousar.  

Marinato contou que apenas na hora do pouso os passageiros sentiram um grande impacto, mas que, pelo que ele percebeu, ninguém se feriu. Logo após serem retirados da aeronave, os passageiros foram encaminhados para uma sala da Avianca.  

Procurada pela reportagem, a Aviança informou que a aeronave pousou de forma segura às 17h42 e que todos os passageiros foram desembarcados e transportados, em ônibus, até o terminal de passageiros. Após o desembarque, alguns passageiros optaram por seguir em suas conexões.

Dos 44 passageiros, 20 seguiram viagem em voos da própria companhia; 14 com destino a Brasília seguiram para suas residências e 9 adultos e uma criança foram acomodados em hotel.

Ouça a conversa entre o piloto e a torre de controle e veja a reportagem exibida no DF Record: