Distrito Federal Mulher é presa em flagrante após chamar de "neguinhos" funcionários de padaria no DF

Mulher é presa em flagrante após chamar de "neguinhos" funcionários de padaria no DF

Sem saber que estava sendo filmada, ela insultou os atendentes por discordar de preço do suco

  • Distrito Federal | Do R7, com TV Record

Episódio de racismo foi filmado por cliente que aguardava na fila

Episódio de racismo foi filmado por cliente que aguardava na fila

Reprodução TV Record

Uma mulher foi presa neste último domingo (2) acusada de atos racistas contra funcionários de uma padaria na quadra 113 da Asa Sul, região central do DF. Ela foi filmada por uma cliente que estava na fila de atendimento e denunciada à polícia.   

Segundo testemunhas, a mulher chegou ao balcão gritando com os funcionários da padaria. Um atendente foi alvo direto dos insultos.  

— Você é um negro se fazendo de coitadinho.  

Outros funcionários chegaram para falar com a mulher que continuou gritando e ofendendo os atendentes.   

— Seus neguinhos. Quando eu vier aqui você procura me tratar logo e bem, porque você é um negro se fazendo de coitadinho.  

A confusão teria começado porque a mulher discordou do preço do suco que tomou na padaria. Em seguida, ela acusou a funcionária de roubo.  

— Ah, que gracinha, ela está aqui sem a lista de preço. Ela queria me roubar. Eu vou nessa. A negra queria me roubar, eles querem me roubar.  

Leia mais notícias no R7 DF

Governo lança Disque-Racismo no Distrito Federal

A estudante Érika Silva de Almeida, que estava na fila para o caixa, filmou tudo. Ela contou que estava na fila de atendimento quando ficou indignada com a atitude da mulher.  

Funcionários e clientes chamaram a polícia e a mulher foi presa em flagrante. Na delegacia, ela confirmou o racismo e foi encaminhada para a carceragem do Departamento da Polícia Especializada e vai responder por racismo e lesão corporal.  

Segundo a Secretaria Nacional de Direitos Humanos, o Distrito Federal está entre os lugares do país com alto índice de preconceito racial. Dados da Polícia Civil mostram que o ano passado foram registradas 402 ocorrências de injúria racial e sete de racismo.

Assista ao vídeo:

Últimas