Distrito Federal Polícia do DF prende quadrilha que aplicava golpe do terreno barato

Polícia do DF prende quadrilha que aplicava golpe do terreno barato

Estelionatários anunciavam terrenos de terceiros a preço baixo e pegavam joias e dinheiro das vítimas como parte do pagamento

Polícia apreendeu joias, dinheiro e carros que eram dados como parte do pagamento

Polícia apreendeu joias, dinheiro e carros que eram dados como parte do pagamento

Divulgação/PCDF

A Polícia Civil do Distrito Federal prendeu uma quadrilha que aplicava golpe de venda de sítio ou terreno barato em Brasília. Segundo a polícia, os estelionatários eram oriundos do estado de São Paulo. Três criminosos foram presos em flagrante.

O grupo de estelionatários anunciava, em sites, a venda de sítios ou terrenos de 20.000 m² em Brasília pelo valor de R$ 19.999,00 e assim atraiam e enganavam diversas vítimas.

As pessoas entregavam veículos, valores e pedras preciosas ao grupo, como forma de pagamento pelo sítio. Além disso, a investigação verificou que os estelionatários vendiam terras alheias.

Em um dos golpes os estelionatários receberiam uma grande quantidade de pedras preciosas como pagamento. O golpe só não se completou dado a rápida ação policial.

Os três criminosos, presos em flagrante, estavam convencendo mais uma vítima, da qual iriam tomar mais de R$ 100 mil.

O grupo responderá por organização criminosa, estelionato, uso de documentos falsos e parcelamento irregular do solo urbano, pois estavam organizando a instalação de um loteamento urbano e vendendo lotes em uma área de propriedade alheia.

Com os criminosos, foram apreendidos um veículo, quatro celulares, pedras preciosas, R$ 2,2 mil, em espécie, e inúmeros documentos de terras falsos.

Últimas