Distrito Federal Três anos após intervenção que "rebatizou" a Ponte Costa e Silva, mudança de nome é aprovada na CLDF

Três anos após intervenção que "rebatizou" a Ponte Costa e Silva, mudança de nome é aprovada na CLDF

Nome de ditador será substituído pelo do estudante Honestino Guimarães

Três anos após intervenção que "rebatizou" a Ponte Costa e Silva, mudança de nome é aprovada na CLDF

Em forma de protesto, intervenção artística mudou o nome da ponte em 2012

Em forma de protesto, intervenção artística mudou o nome da ponte em 2012

Arquivo pessoal/Luiz Filipe Barcelos

Após três anos da intervenção do Coletivo Transverso, que “rebatizou” a Ponte Costa e Silva, em Brasília, a CLDF (Câmara Legislativa do Distrito Federal) aprovou nesta terça-feira (30) a mudança do nome da ponte para “Honestino Guimarães”.

Depois de ampla discussão Plenário, os deputados distritais aprovaram o PL n° 130/2015, do deputado Ricardo Vale (PT), que muda o nome da ponte na QI 9 do Lago Sul.

Leia mais no R7 DF

Conheça as 50 obras de Oscar Niemeyer em Brasília

Experimente grátis: todos os programas da Record na íntegra no R7 Play

 A deputada Liliane Roriz (PR), que presidiu a sessão em virtude da ausência da presidente Celina Leão (PDT), defendeu que a proposta deveria ter sido debatida pela comunidade daquela área, mas votou a favor do projeto.

A ponte, com 400 metros de extensão, foi projetada pelo arquiteto Oscar Niemeyer e inaugurada em 1976, na época da Ditadura Militar. A obra liga o Setor de Clubes Sul à Península dos Ministros e à Quadra 11 do Lago Sul.

    Access log