3 em cada 4 são contra fechamento de supermercados aos domingos

Levantamento aponta que 45% dos brasileiros admitem que estabelecimentos operem em horário reduzido aos domingos e feriados

Proposta quer fechar supermercados aos domingos

Proposta quer fechar supermercados aos domingos

Public Domain Pictures

A abertura de lojas de rua, shoppings e supermercados aos domingos e feriados é considerada importante para 75% dos brasileiros, de acordo com uma pesquisa realizada em parceria entre a CNDL (Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas) e o SPC Brasil (Serviço de Proteção ao Crédito).

Apesar de defenderem a abertura dos estabelecimentos aos domingos, quase metade dos entrevistados (45%) avalia a possibilidade de funcionamento em horário reduzido. Para 29%, o ideal é que o comércio opere em horário normal nas datas.

Leia também: Ovos de Páscoa estão 2% mais caros este ano

A posição dos brasileiros vai contra uma proposta apresentada pelo deputado Daniel Almeida (PCdoB-BA), que prevê o fechamento de supermercados e hipermercados aos domingos. Uma MP (Medida Provisória) que deve ser votada até abril, no entanto, amplia a possibilidade do trabalho aos domingos e feriados para todas as categorias.

De acordo com a pesquisa, 69% avaliam que o funcionamento de todos os estabelecimentos comerciais aos domingos nos mesmos horários que abrem de segunda a sexta aumentaria o número de vagas de emprego no mercado de trabalho.

“O fechamento do comércio, principalmente em determinados feriados, representa enorme prejuízo, o que, de forma direta ou indireta, prejudica os empregados. Quando o comércio deixa de vender, também deixa de investir e de contratar. Essa consequência não é boa nem para o comércio e nem para os trabalhadores”, afirma o presidente da CNDL, José César da Costa.