Economia Aço inoxidável de Xangai amplia perdas com crise de energia

Aço inoxidável de Xangai amplia perdas com crise de energia

MINERACAO-ACO-XANGAI:Aço inoxidável de Xangai amplia perdas com crise de energia

Reuters - Economia

Por Min Zhang e Shivani Singh

PEQUIM (Reuters) - Os contratos futuros do aço inoxidável chinês caíram mais de 3% na quarta-feira, fechando em queda pela quarta sessão consecutiva, com a demanda afetada pela desaceleração das atividades de manufatura em meio a uma crise de energia no país.

A China está sofrendo com uma falta de energia recentemente, que interrompeu fábricas em grandes centros industriais, incluindo Guangdong e Jiangsu, devido aos controles de consumo de energia e à escassez no fornecimento de carvão.

"O consumo da cadeia de aço inoxidável foi restringido, especialmente na província de Guangdong", disse Fu Zhiwen, analista da Huatai Futures.

O aço inoxidável mais negociado na Bolsa de Futuros de Xangai, para entrega em novembro, fechou em queda de 1,6%, a 19.690 iuanes (3.045,06 dólares) por tonelada. O contrato chegou a despencar 3,1%, para 19.405 iuanes por tonelada.

Outros produtos siderúrgicos na bolsa de Xangai tiveram altas leves.

O vergalhão de aço para materiais de construção saltou 1,1%, para 5.657 iuanes (874,86 dólares) por tonelada.

As bobinas laminadas a quente usadas no setor de manufatura subiram 1,3% para 5.697 iuanes por tonelada.

Os futuros do minério de ferro de referência na Bolsa de Commodity de Dalian, para entrega em janeiro, subiram 2,1%, a 694 iuanes por tonelada.

(Reportagem de Min Zhang e Shivani Singh)

Últimas