tragédia brumadinho
Economia Ações da Vale despencam mais de 20% na Bolsa brasileira

Ações da Vale despencam mais de 20% na Bolsa brasileira

Investidores reagem negativamente no primeiro pregão após o rompimento de uma barragem da mineradora em Brumadinho (MG)

Vale

Vale puxou principal índice da B3 para baixo hoje

Vale puxou principal índice da B3 para baixo hoje

Nelson Antoine/Estadão Conteúdo

A tragédia envolvendo uma barragem da mineradora Vale em Brumadinho (MG) teve efeito nas ações da companhia na Bolsa de valores brasileira, a B3. Os papeis da empresa abriram o dia com queda de mais de 18% nesta segunda-feira (28), mas antes das 13h, a baixa superava os 20%.

Essa é a primeira reação dos investidores brasileiros em relação à Vale, já que sexta-feira (25) — dia em que aconteceu o rompimento da barragem — a bolsa estava fechada porque era feriado em São Paulo.

No entanto, na Bolsa de Nova York, os ADRs (recibos de ações) da Vale caíram 8% naquele dia.

A queda na principal bolsa norte-americana continou hoje. Às 10h (13h no horário brasileiro de verão), os ADRs da companhia registravam baixa de 15,74%.

As ações da mineradora haviam fechado a última quinta-feira (véspera de feriado em São Paulo) a R$ 56,15. Por volta de 12h30 desta segunda-feira, os papeis eram vendidos abaixo de R$ 44.

Vale e Bradespar (fundo que investe em ações da mineradora) respondem por 11,5% do Ibovespa, principal índice da bolsa e que acabou sendo puxado para baixo nesta manhã. A queda às 12h30 era de 2,63%. 

Investidores avaliam que o episódio de Brumadinho não afeta a Vale operacionalmente, já que o complexo de minas atingido representa entre 1,5% e 2,5% da produção de minério da companhia.

A principal preocupação diz respeito às consequências judiciais que a empresa deverá enfrentar, especialmente por se tratar de uma tragédia recorrente envolvendo a Vale em pouco mais de três anos — em Mariana (MG), a companhia era dona de metade da Samarco, junto com a anglo-australiana BHP Billiton.

A Justiça já bloqueou R$ 11 bilhões da Vale e a empresa avisou nesta manhã que não pagará dividendos aos acionistas e nem bônus aos executivos. 

Até a manhã desta segunda-feira as autoridades de Minas Gerais haviam confirmado 60 mortos e 292 desaparecidos em Brumadinho, sendo a maior parte funcionários da mineradora. 

Gráfico mostra queda das ações na Vale logo após início do pregão desta segunda

Gráfico mostra queda das ações na Vale logo após início do pregão desta segunda

Reprodução/B3