Economia Agricultor se sente inseguro para basear decisões na meteorologia, diz pesquisa

Agricultor se sente inseguro para basear decisões na meteorologia, diz pesquisa

COMMODS-AGRICULTURA-METEOROLOGIA:Agricultor se sente inseguro para basear decisões na meteorologia, diz pesquisa

Reuters - Economia

SÃO PAULO (Reuters) - A maior parte dos agricultores do Brasil se sente insegura para tomar decisões para seus negócios com base na previsão do tempo, indicou pesquisa divulgada nesta terça-feira pela companhia de meteorologia Rural Clima.

O levantamento, realizado com 483 produtores rurais e profissionais do agronegócio, apontou a insegurança como a resposta mais escolhida para a questão, que apresentava e permitia múltiplas opções, com 38,94% dos votos.

Ela foi seguida pelos sentimentos de desconfiança (27,43%) e confusão (24,78%), enquanto apenas a quarta resposta mais votada, com 19,47%, indicava que agricultores se sentem bem orientados para tomar decisões com base na meteorologia.

Para Marco Antônio dos Santos, agrometeorologista da Rural Clima, o resultado reflete uma irregularidade das previsões do tempo ou o próprio desconhecimento dos produtores em relação à leitura dos dados meteorológicos.

Ele acredita que parte do setor transmite de forma errônea as informações, sem explicar exatamente as tendências climáticas, e que a ampla gama de serviços de meteorologia disponíveis pode acarretar informações desconexas.

Na pesquisa, 61,06% dos participantes indicaram obter informações meteorológicas em aplicativos gratuitos no celular, 45,13% em serviços pagos e 41,59% em sites gratuitos, em questão que também permitia múltiplas respostas. Televisões e redes sociais também foram votados.

Além disso, o levantamento apontou que a maioria dos produtores (66,08%) consulta duas ou três fontes sobre o assunto.

"Cada um baixa (um aplicativo) e as informações ficam muito vagas, desconexas uma da outra. Uns falam que chove, outros falam que não chove, alguns aplicativos dão a previsão para a sua localidade, pelo GPS do celular... Muitas vezes o usuário não sabe ler e interpretar de fato aquela informação", disse Santos à Reuters.

"Acho que essa dúvida do produtor está mais relacionada à gama de informações que ele tem dia a dia, e o tipo de informação que chega até ele", acrescentou.

Entre os participantes da pesquisa, a maioria (57%) admitiu não saber como a previsão do tempo é feita.

Os produtores ainda avaliaram o nível de confiança nas informações meteorológicas disponíveis no Brasil, em uma escala de 0 a 5, em média de 3,23.

Diante desses resultados, a Rural Clima está propondo a realização de um curso, com aula inaugural gratuita na noite da próxima quinta-feira, para que as pessoas --não necessariamente apenas produtores rurais-- possam ler e interpretar melhor os dados meteorológicos.

(Por Gabriel Araujo)

Últimas