Economia Aluguel de imóveis no Brasil fica mais caro pelo 9º mês seguido

Aluguel de imóveis no Brasil fica mais caro pelo 9º mês seguido

Preço médio do metro quadrado dos imóveis disponíveis para locação subiu para R$ 28,98, afirma FipeZap

Aluguel de imóveis

Preço do aluguel acumula alta de 3,61% em 2019

Preço do aluguel acumula alta de 3,61% em 2019

Pixabay

O preço médio do aluguel residencial no Brasil voltou a subir no mês de agosto, segundo dados revelados nesta quarta-feira (18), pelo índice FipeZap, que monitora o valor da locação em 25 cidades brasileiras. A variação nominal de 0,07% no valor dos aluguéis na passagem de julho para agosto corresponde à nona alta consecutiva do índice.

A movimentação do indicador eleva para R$ 28,98 o preço médio do metro quadrado dos imóveis disponíveis para locação em território nacional. Significa dizer que passa assinar o contrato e passar a viver de aluguel em imóvel tido como “padrão”, com 65 m² e até dois dormitórios, é necessário depositar mensalmente cerca de R$ 1.883 na conta do proprietário.

Leia mais: Preço da casa própria volta a subir e apê ‘padrão’ sai por R$ 466 mil

Com a sequência se altas, o índice que apura o preço das locações residenciais já acumula valorização de 3,61% nos primeiros oito meses de 2019. Apesar de figurar acima da inflação oficial de 2,54% apresentada pelo IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo) para o período, o resultado aparece abaixo da valorização de 4,1% registrada pelo IGP-M (Índice Geral de Preços do Mercado), indicador usado no reajuste da maioria dos alugueis.

Ao comparar o resultado acumulado de 2019 com a inflação oficial de preços, é possível afirmar que as locações têm alta real de 1,04% entre janeiro e agosto. No acumulado dos últimos 12 meses, a alta real do preço médio do aluguel residencial no Brasil é de 0,42%.

São Paulo é a cidade mais cara para morar de aluguel

São Paulo é a cidade mais cara para morar de aluguel

Arquivo/Agência Brasil - 12.1.2004

Cidades

São Paulo (SP) segue como a localidade brasileira mais cara para se morar de aluguel, com preço médio de cada metro quadrado construído avaliado em R$ 39,05. Na capital paulista, os valores da locação saltaram 6,23% neste ano.

Também acumulam altas significativas ao longo dos oito primeiros meses de 2019 as capitais Florianópolis (+10,76%), Curitiba (+7,63%), Brasília (+6,39%) e Fortaleza (+6,27%).

Comprador de imóvel em SP paga, em média, R$ 19.500 de imposto

Entre todas as 25 cidades analisadas pelo FipeZap, São Bernardo do Campo é a única que apresenta queda nominal no acumulado de 2019 (-1,85%).

Além de São Paulo, figuram com preço médio de locação acima da média de R$ 28,89 por metro quadrado os municípios de Barueri (R$ 32,91), Rio de Janeiro (R$ 30,31) e Santos (R$ 30,23).

Por outro lado, as cidades de São José do Rio Preto (SP), Ribeirão Preto (SP), Goiânia (GO), São José (SC) e Fortaleza (CE) têm os valores médios dos metros quadrados mais baixos do índice, avaliados em R$ 15,77, R$ 16,16, R$ 16,42, R$ 16,54 e 16,72, respectivamente.