Economia Amazon e Apple são as marcas mais valiosas do mundo, indica pesquisa

Amazon e Apple são as marcas mais valiosas do mundo, indica pesquisa

Ranking anual da Kantar BrandZ aponta que as 100 maiores marcas do mundo valem R$ 35.5 trilhões

Reuters - Tecnologia
Amazon segue como a marca mais valiosa do mundo

Amazon segue como a marca mais valiosa do mundo

Pascal Rossignol/Reuters

A Amazon e a Apple são as marcas mais valiosas do mundo, mas as chinesas estão subindo na lista de líderes e são mais valiosas do que os principais nomes da Europa, de acordo com um ranking global da Kantar BrandZ.

A Amazon continua sendo a marca mais valiosa do mundo, com um valor estimado de R$ 3,420 trilhões (US$ 684 bilhões), seguida pela Apple, com R$ 3,060 trilhões (US$ 612 bilhões), e pelo Google, da Alphabet, com R$ 2,290 trilhões (US$ 458 bilhões), apontou a Kantar.

A Tencent, maior empresa de mídia social e videogame da China, ocupou a melhor posição entre as companhias do país asiático, ficando em quinto lugar na lista, enquanto Alibaba ficou em sétimo lugar.

Leia mais: Pequenos investidores podem comprar ações de empresas gringas

"As marcas chinesas estão progredindo de forma constante e lenta e têm feito avanços significativos à medida que mais empresas alavancam seus próprios desenvolvimentos tecnológicos e demonstram suas habilidades para se alinhar com as principais tendências que moldam a China e o mercado global", disse Graham Staplehurst, diretor de estratégia global da Kantar BrandZ.

Cinco marcas mais que dobraram seu valor, lideradas pelas gigantes chinesas do comércio eletrônico Pinduoduo e Meituan, a maior fabricante chinesa de bebidas Moutai, o aplicativo chinês TikTok e a montadora de carros elétricos norte-americana Tesla.

A Tesla foi a marca de crescimento mais rápido e se tornou a marca de automóveis mais valiosa, aumentando seu valor em 275% ano a ano para 42,6 bilhões de dólares, disse a Kantar.

As principais marcas chinesas consolidaram sua liderança sobre as principais marcas europeias: a China representou 14% das 100 maiores marcas, ante 11% há uma década, enquanto as marcas europeias responderam por 8%, ante 20% uma década atrás, disse a Kantar.

A principal marca europeia foi a francesa Louis Vuitton em 21º lugar, seguida pelo grupo de software SAP da Alemanha em 26º lugar. A única marca britânica da lista foi a Vodafone no 60º lugar.

As marcas norte-americanas cresceram mais rapidamente no ano passado e representaram 74% das 100 maiores, segundo o ranking. As 100 maiores marcas do mundo valem juntas R$ 35.5 trilhões (US$ 7,1 trilhões), disse Kantar.

Conheça as 25 empresas mais valiosas do Brasil

Últimas