Economia Anfavea manifesta preocupação com momento político do país

Anfavea manifesta preocupação com momento político do país

Executivo da entidade que representa montadoras de veículos destacou dificuldades para atração de investimentos externos

  • Economia | Do R7, com Estadão Conteúdo

Produção de veículos recuou 21,9% em agosto frente ao mesmo período do ano passado

Produção de veículos recuou 21,9% em agosto frente ao mesmo período do ano passado

Volkswagen/Divulgação

A Anfavea, entidade que representa as montadoras instaladas no País, manifestou preocupação com o agravamento da crise institucional após o presidente da República, Jair Bolsonaro, subir o tom contra o Judiciário nos protestos da terça-feira,7 de setembro.

"Nos preocupa muito o atual momento do país do ponto de vista político e institucional", comentou o presidente da Anfavea, Luiz Carlos Moraes, durante apresentação à imprensa dos resultados do setor em agosto.

Leia também: Produção de veículos cai 21,9% em agosto ante mesmo mês de 2020

Além do impacto no câmbio, o que afeta o custo de produção da indústria, o executivo voltou a destacar as dificuldades adicionais trazidas pela instabilidade política nas negociações por novos investimentos com os controladores no exterior.

"A imagem do país já não é boa. Esses últimos eventos criam mais preocupações para as nossas matrizes. Queria deixar a mensagem de preocupação do setor automotivo pelo atual momento do ponto de vista econômico e das consequências dessa instabilidade política e institucional", assinalou Moraes.

A agenda do setor, garantiu o porta-voz da indústria automotiva, continuará apesar do ambiente conturbado em Brasília - tanto que a Anfavea apresenta nesta quarta-feira ao ministério de Minas e Energia um estudo sobre entraves à introdução de carros elétricos no país.

A maior preocupação, no entanto, é com o andamento da agenda de reformas no Congresso, em especial a tributária, e as implicações do atraso de pautas essenciais na recuperação da economia.

Últimas