Novo Coronavírus

Economia Atingida pelos efeitos da pandemia, Uber demite 25% dos colaboradores

Atingida pelos efeitos da pandemia, Uber demite 25% dos colaboradores

Percentual equivale à soma de duas ondas de demissões anunciadas pelo aplicativo de transportes em um mês, totalizando 6,7 mil colaboradores

Negócios despencam por causa da pandemia e Uber demite colaboradores

Negócios despencam por causa da pandemia e Uber demite colaboradores

Pixabay

A Uber já demitiu 25% dos colaboradores em função dos prejuízos causados pela interrupção da economia após a pandemia do novo coronavírus. O número equivale à soma do corte de três mil funcionários, na última segunda-feira (18), e do desligamento de outros 3,7 mil colaboradores, divulgado no mês de abril.

Fundada nos Estados Unidos, em 2009, a empresa abriu as portas para milhões de pessoas que perderam o emprego na crise do subprime, ocorrida no ano anterior, outro grande desastre econômico. Agora, deverá fechar 45 escritórios em todo o mundo.

As restrições de circulação em diversos países para combater a disseminação da covid-19 minaram a clientela do serviço de carros por aplicativo. Além da drástica redução, ainda não é possível prever quando os negócios retornarão ao patamar anterior à pandemia.

Últimas