Atividade industrial da China encolhe a ritmo mais forte, serviços enfraquecem, mostra PMI oficial

Por Gabriel Crossley e Ryan Woo

PEQUIM (Reuters) - A atividade industrial na China encolheu pelo sexto mês seguido em outubro e mais do que o esperado, enquanto a expansão do setor de serviços enfraqueceu em meio ao crescimento econômico mais fraco do país em quase 30 anos.

O Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês) para a indústria caiu a 49,3 em outubro, informou nesta quinta-feira a Agência Nacional de Estatísticas, contra 49,8 em setembro. A marca de 50 separa crescimento de contração

Economistas consultados pela Reuters esperavam que a leitura ficaria inalterada em relação a setembro.

Pressionada pela desaceleração da demanda doméstica, investimentos fracos e a guerra comercial com os Estados Unidos, o crescimento econômico da China desacelerou no terceiro trimestre para a mínima em quase 30 anos de 6,0%, levantando expectativas de que o governo adote mais medidas de suporte em breve.

As novas encomendas de exportação caíram pelo 17º mês consecutivo em outubro, com seu subíndice recuando a 47,0 de 48,2 no mês anterior.

Já o PMI oficial de serviços caiu a 52,8 em outubro de 53,7 em setembro, nível mais baixo desde fevereiro de 2016 mas ainda acima da marca de 50, de acordo com a pesquisa da Agência Nacional de Estatísticas.