Imposto de renda 2020

Economia Atrasar entrega da declaração do IR rende multa de ao menos R$ 165,74

Atrasar entrega da declaração do IR rende multa de ao menos R$ 165,74

Prazo para transmissão do documento para a base da dados da Receita Federal termina às 23h59 da próxima terça-feira (30)

  • Economia | Alexandre Garcia, do R7

Multa por atraso pode chegar a 20% do imposto devido

Multa por atraso pode chegar a 20% do imposto devido

Agência Brasil

Os mais de 7 milhões de brasileiros que ainda não declararam o Imposto de Renda 2020 estão sujeitos ao pagamento de uma multa de ao menos R$ 165,74, caso não efetuem a transmissão do documento para a base de dados da Receita Federal até as 23h59 da próxima terça-feira (30 de junho).

"Quando você entrega a declaração em atraso já aparece no mesmo momento o Darf [Documento de Arrecadação de Receitas Federais] para pagar", afirma Richard Domingos, diretor executivo da Confirp Consultoria Contábil.

O vice-presidente de operações da Contabilizei, Charles Gularte, explica que a multa mínima fixada para a Receita é válida nos casos de contribuintes com restituição a receber. 

Leia mais: Um quarto dos brasileiros ainda não declarou o IR 2020

Para os contribuintes atrasados que tiverem imposto a pagar, a mordida do leão pode ser bem mais forte. “A multa calculada corresponde a 1% do imposto devido e pode chegar a, no máximo, 20% do imposto", destaca Gularte ao lembrar da evolução do valor a ser pago a cada mês de atraso.

“Se a multa calculada for menor do que os R$ 165,74, a Receita vai cobrar os R$ 165,74”, alerta Gularte. Assim, caso o imposto devido seja de R$ 1.000, o atraso da entrega no primeiro mês resultará em uma multa de R$ 165,74. Se o atraso corresponder a 20 meses ou mais, no entanto, a multa alcançará R$ 200.

Arte/R7

Últimas