Economia Autonomia do BC será votada no dia 3 de novembro, afirma Alcolumbre

Autonomia do BC será votada no dia 3 de novembro, afirma Alcolumbre

Decisão do presidente do Senado também inclui na pauta da Casa a análise sobre depósitos voluntários de instituições financeiras

  • Economia | Do R7, com Reuters

"Não vou tirar mais da pauta", disse Alcolumbre

"Não vou tirar mais da pauta", disse Alcolumbre

Marcello Casal Jr/Agência Brasil

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), afirmou nesta quarta-feira que as propostas sobre a autonomia do BC (Banco Central) e também sobre depósitos voluntários de instituições financeiras serão votadas em sessão no dia 3 de novembro.

A decisão de Alcolumbre ocorreu diante de questionaremos de senadores sobre a pauta desta quarta-feira (21). O presidente tentava adiantar pauta "conciliatória" em negociação para a quinta-feira, que incluía esses dois projetos.

Leia mais: Bolsonaro apoia autonomia do BC, comemora Campos Neto

Mas líderes lembraram que acordo selado para a realização das sessões remotas prevê a divulgação prévia tanto da pauta quanto do relatório, até para que os senadores possam se preparar para as votações.

Alcolumbre, decidiu, então, definir a deliberação dessas matérias para o dia 3 de novembro, um dia antes de sessão do Congresso Nacional. "Não vou tirar mais da pauta, quem quiser votar sim, vota sim, quem quiser votar não, vota não", disse o presidente.

O projeto de autonomia é uma das prioridades do presidente do BC, Roberto Campos Neto. A pandemia do novo coronavírus, no entanto, fez com que a proposta fosse ofuscada por outros projetos de maior urgência para o combate da crise no Congresso.

Últimas