Azul tem alta de 30,6% no tráfego de passageiros em novembro

Por Paula Laier

SÃO PAULO (Reuters) - A Azul reportou nesta sexta-feira aumento de 30,6% no tráfego de passageiros consolidado (RPKs) em novembro ante o mesmo mês de 2018, com alta de 32,5% na capacidade, o que significou uma queda de 1,2 ponto percentual na taxa de ocupação da companhia aérea no período, para 82,4%.

No mercado doméstico, a demanda cresceu 30,4%, enquanto a oferta subiu 30,9%, resultando em um pequeno recuo na taxa de ocupação para 82,2%, de 82,5% um ano antes. Em relação aos voos internacionais, a taxa de ocupação caiu 4,4 ponto, para 83,3%, com alta de 31,4% no tráfego e elevação de 38,3% na capacidade.

"Mais uma vez registramos um aumento expressivo de capacidade no mercado doméstico acompanhado por um crescimento de mesma intensidade no tráfego de passageiros, ante um favorável cenário de demanda no Brasil", afirmou o presidente-executivo da Azul, John Rodgerson, em nota.

De acordo com o executivo, a companhia encerrou o mês de novembro com 34 A320neos e três E2, "principais propulsores de nosso crescimento e expansão de margem".