Economia Bancos reduzem taxas de juros para crédito após corte da Selic

Bancos reduzem taxas de juros para crédito após corte da Selic

Itaú Unibanco vai repassar o corte de 0,50 ponto porcentual a partir de sexta-feira (20) e o Bradesco reduzirá taxas a partir de segunda-feira (23)

Bancos acompanham Copom e reduzem taxas

Bancos acompanham Copom e reduzem taxas

Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Os bancos vão reduzir as taxas de juros de suas linhas de crédito, para acompanhar a decisão do Copom (Comitê de Política Monetária), do Banco Central, de baixar a taxa Selic de 6% para 5,5% ao ano. O Bradesco e o Itaú Unibanco já se anteciparam e anunciaram a redução.

O Bradesco informou que reduzirá as taxas de juros de suas principais linhas de crédito a partir de segunda-feira, 23 de setembro. O banco não informou, entretanto, quais serão as linhas que terão as taxas reduzidas.

Em agosto, o banco fez movimento semelhante, anunciando após o reunião do Banco Central corte na pessoa física, nas linhas de cheque especial, crédito pessoal e veículos (CDC). Na pessoa jurídica, o corte anunciado foi nas linhas de capital de giro, cheque empresarial e veículos (CDC).

O Itaú Unibanco anunciou uma redução nas taxas de juros de suas linhas de crédito. O banco vai repassar integralmente o corte de 0,50 ponto porcentual anunciado nesta quarta-feira pelo Copom.

Em nota, o banco informa que para pessoa física, a redução será no empréstimo pessoal e, no caso de pessoa jurídica, no capital de giro. Conforme o Itaú, os valores, que passam a valer a partir de sexta-feira (20), variam de acordo com o perfil do cliente e de seu relacionamento com o banco.

O Itaú também reduzirá a taxa mínima da linha de crédito imobiliário e passa a oferecer o financiamento de imóveis com juros a partir de 8,1% ao ano + TR a partir de segunda-feira (23). Antes, as taxas iniciavam em 8,3% ao ano + TR.