Novo Coronavírus

Economia BC vendeu US$ 10 bi em março para conter efeitos do coronavírus

BC vendeu US$ 10 bi em março para conter efeitos do coronavírus

Autoridade monetária afirma que intensificou as atuações no mercado de câmbio para manter a disponibilidade de recursos

Agência Estado - Economia
No 1º trimestre, BC vendeu US$ 36 bilhões à vista

No 1º trimestre, BC vendeu US$ 36 bilhões à vista

Dado Ruvic/Ilustração/Reuters - 27.03.2020

O Banco Central informou que a venda à vista de dólares ao mercado financeiro no mês de março somou US$ 10,674 bilhões. Durante o período, o BC intensificou as atuações no mercado de câmbio para manter a disponibilidade de recursos, em meio à crise provocada pela pandemia do novo coronavírus.

Quando promove um leilão, o BC liquida efetivamente a venda dois dias após a operação. O total de US$ 10,674 bilhões de março leva em conta todas as operações liquidadas ao longo do mês.

Leia mais: Plano de socorro a Estados proíbe aumento salarial de servidores

Em janeiro e fevereiro, o BC não havia realizado operações do tipo. Durante todo o ano de 2019, foram vendidos US$ 36,861 bilhões em moeda à vista.

Leilões de linha

Para atender à demanda por moeda em março, o BC também vendeu um total de US$ 7,650 bilhões por meio de leilões de linha (venda de dólares com compromisso de recompra no futuro).

Base monetária

O saldo da base monetária atingiu R$ 307,560 bilhões em março, pelo conceito de fim de período, informou o BC. Em fevereiro, a base monetária estava em R$ 303,197 bilhões. A base monetária é a soma do total de papel moeda emitido com as reservas bancárias registradas pelas instituições financeiras.

Últimas