BCE precisa manter as opções em aberto diante da incerteza, diz Guindos

FRANKFURT (Reuters) - O Banco Central Europeu (BCE) precisa manter suas opções de medidas econômicas em aberto, devido à crescente incerteza na economia global, disse Luis de Guindos, vice-presidente do banco nesta sexta-feira.

O BCE encerrou formalmente seu programa de compra de títulos na quinta-feira, mas fez alguns outros compromissos, deixando a porta aberta para mais apoio monetário no caso de o crescimento enfraquecer.

"Estamos em um cenário escuro que às vezes fica um pouco mais escuro e, quando você está em um local escuro, é preciso ser muito cauteloso e tentar manter o número de opções no nível máximo", disse Guindos em uma conferência.

(Por Francesco Canepa)