Economia Beneficiário do Bolsa Família com NIS final 2 recebe 3ª parcela

Beneficiário do Bolsa Família com NIS final 2 recebe 3ª parcela

Recursos disponibilizados nesta sexta (18) pelo governo federal já podem ser sacados ou movimentados pelo aplicativo Caixa Tem

Auxílio emergencial tem valor médio de R$ 250

Auxílio emergencial tem valor médio de R$ 250

Marcelo Camargo/Agência Brasil - 21.07.2020

A Caixa Econômica Federal deposita nesta sexta-feira (18) a terceira parcela do novo auxílio emergencial aos beneficiários do Bolsa Família com NIS (Número de Identificação Social) final 2. Os recursos já podem ser sacados ou movimentados pelo aplicativo Caixa Tem, que permite o pagamento de boletos, compras pela internet e em estabelecimentos comerciais.

Veja também: Presidente Bolsonaro diz que Bolsa Família vai subir para R$ 300

Os pagamentos para o grupo seguem o calendário regular do programa assistencial, que é realizado nos dez últimos dias úteis de cada mês, de forma escalonada, de acordo com final do NIS. Neste mês o cronograma de repasses começou nesta quinta-feira (17) e vai até 30 de junho. 

Confira o calendário da terceira parcela do Bolsa Família:

Reprodução/Caixa

De acordo com o Ministério da Cidadania, que é órgão responsável pelo pagamento assistencial, o valor da folha de pagamento do auxílio emergencial para o publico do Bolsa Família em maio é de R$ 2,92 bilhões, menos do que os R$ 2,95 bilhões pagos em maio.

Neste mês, 9,77 milhões de famílias serão contemplados com o auxílio - em maio, o número foi de 9,68 milhões e, em abril, passou dos 10 milhões. 

A maior parte (mais de 50%) é composta por mulheres chefes de famílias, que receberão R$ 375 cada. Em seguida (33,4% da folha) vêm os beneficiários que receberão o valor padrão de R$ 250. Outros 15,7% são de pessoas que vivem sozinhas, e cada uma receberá R$ 150.

Além disso, outras 5,13 milhões de famílias não foram consideradas elegíveis ao auxílio emergencial e continuarão a receber o benefício usual do Bolsa Família. Nesse caso, o valor total da folha de pagamento é de R$ 1,2 bilhão

Portanto, ao todo, 14,69 milhões de famílias serão beneficiadas pelos recursos do governo federal neste mês.

Terceiro ciclo

Nesta sexta, também começa o pagamento da terceira parcela do auxílio aos trabalhadores informais inscritos no CadÚnico ou no aplicativo da Caixa. Recebem, hoje, aqueles que nasceram no mês de janeiro. 

Até maio, o auxílio contemplava cerca de 39,1 milhões de brasileiros, menos do que os 45,6 milhões estimados inicialmente. Os dados são atualizados pelo Ministério da Cidadania com informações da Secretaria Nacional do Cadastro Único e da Secretaria Nacional de Renda de Cidadania.

Dentro desse total de elegíveis, 23,8 milhões foram selecionados via aplicativos e meios digitais; cerca de 10 milhões estão incluídos no Bolsa Família e outros 5,2 milhões no Cadastro Único (exceto Bolsa Família).

O valor investido nos repasses até agora chegou R$ 26,5 bilhões. O orçamento aprovado para o pagamento do auxílio emergencial 2021 pelo Congresso Nacional é de R$ 44 bilhões.

A nova rodada de repasses começou em abril e terminará em julho, e cada uma das quatro cotas terá valor médio de R$ 250. Mulheres chefes de família receberão R$ 375 e pessoas que vivem sozinhas, R$ 150. Mas o governo federal já admite prorrogar por mais três parcelas, com os mesmos valores, até que seja definido um novo programa para substituir o Bolsa Família.

Últimas