Economia Bitcoin supera US$ 20 mil pela primeira vez na história

Bitcoin supera US$ 20 mil pela primeira vez na história

Salto superior a 6% guiado por alta da demanda faz a criptomoeda acumular valorização superior a 170% no acumulado de 2020

  • Economia | Do R7, com Reuters

Bitcoin é a principal criptomoeda do mercado

Bitcoin é a principal criptomoeda do mercado

Pixabay

O bitcoin superou a marca de US$ 20.000 nesta quarta-feira (16), atingindo o maior valor de sua história. A criptomoeda saltava 6,3% a US$ 20.670, acumulando uma valorização neste ano de mais de 170%.

A alta é impulsionada pela demanda de grandes investidores atraídos por seu potencial de ganhos rápidos, resistência à inflação e expectativas de que se tornará um método de pagamento convencional.

O avanço da criptomoeda, que alguns investidores viram como um potencial porto seguro, coincidiu com a queda do ouro à vista nos últimos meses.

Alguns investidores foram dissuadidos no passado pela natureza opaca do mercado de criptoativos. A supervisão mais rígida do setor de criptomoedas nos EUA ajudou a aliviar algumas dessas preocupações.

Problemas de conexão

O recorde fez com que plataformas para varejo da Coinbase, principal bolsa de criptomoedas dos EUA, fossem atingidas por problemas de conexão e congestionamento.

A Coinbase, com sede na Califórnia, disse em seu site que "implementou uma correção" para resolver os problemas de conexão em sua plataforma de varejo e estava monitorando a situação.

O congestionamento da rede também estava atrasando o envio de ethereum - a segunda maior criptomoeda depois do bitcoin. Sua plataforma Coinbase Pro também foi atingida por problemas de congestionamento de rede, informou a empresa.

No mês passado, a Coinbase foi atingida por problemas similares durante uma correção drástica do bitcoin, com usuários relatando dificuldades em negociar o ativo.

Últimas