Bolsa brasileira abre em alta nos primeiros negócios desta terça-feira

Ibovespa, principal índice de referência do mercado nacional, subia 0,23%, a 104.663,22 pontos, nos primeiros negócios desta manhã

Bolsa abriu em alta

Bolsa abriu em alta

Paulo Whitaker/ Reuters - 07.01.2016

A bolsa de valores operava em alta após a abertura na manhã desta terça-feira (21). Às 10h09, o Ibovespa, principal indicador acionário do mercado nacional, subia 0,23%, a 104.663,22 pontos, renovando máximas desde março.

A bolsa é beneficiada pelo clima favorável nos mercados no exterior, com Via Varejo subindo 4,5% e liderando as altas após dados de vendas online.

Leia mais: Desempenho das empresas na quarentena não deve afetar Bolsa

Nos Estados Unidos, o futuro do S&P 500 subia 0,7%, embalado por resultados trimestrais, além de expectativas globais de mais estímulos econômicos para reavivar economias afetadas pela covid-19.

Líderes da União Europeia chegaram a um acordo "histórico" sobre um plano de estímulo para suas economias afetadas pelo coronavírus nas primeiras horas desta terça-feira.

O clima positivo também segue apoiado pelas notícias promissoras sobre o desenvolvimento de vacina contra o coronavírus. A principal desenvolvedora da vacina da Universidade de Oxford contra a covid-19 disse nesta terça-feira que ela pode estar disponível até o final deste ano.

Na cena corporativa brasileira, Via Varejo divulgou forte crescimento de vendas online em determinadas categorias de produtos eletrônicos no período de 1 de maio a 21 de junho, reforçando apostas otimistas para empresa na bolsa.

O dólar operava em queda acentuada contra o real logo após a abertura desta terça-feira (21), refletindo o apetite por risco global devido às esperanças sobre uma vacina contra a covid-19 e ao sucesso dos líderes da União Europeia em fechar um acordo sobre um fundo de recuperação econômica.

Às 9h07, o dólar recuava 0,62%, a R$ 5,3090 na venda. Na B3, o dólar futuro tinha queda de 0,63%, a R$ 5,3065.