Economia Bolsa de SP dispara 1.000 pontos após Bolsonaro ser esfaqueado

Bolsa de SP dispara 1.000 pontos após Bolsonaro ser esfaqueado

Em 50 minutos, o principal índice da Bolsa de Valores de São Paulo saltou de 75.404 para 76.468 pontos

Mercado financeiro tem preferência por Alckmin

Mercado financeiro tem preferência por Alckmin

Getty Images

A B3, principal índice da Bolsa de Valores de São Paulo, saltou mais de 1.000 pontos após a notícia sobre o ataque sofrido pelo candidato à Presidência pelo PFL, Jair Bolsonaro, nesta quinta-feira (6), em Juiz de Fora (MG).

Às 16h, o índice acionário registrava 75.404 pontos. Após a confirmação de que Bolsonaro havia sido atingido por uma facada, a B3 subiu 1,41% e aparecia com 76.468 pontos às 16h50, próximo ao fechamento.

Adversários de Bolsonaro repudiam ataque ao candidato

O mercado financeiro assume ter preferência pelo nome de Geraldo Alckmin (PSDB), que apareceu tecnicamente empatado com outros dois candidatos no segundo lugar na última pesquisa de intenção de votos, divulgada pelo Ibope.