Economia Bolsa Família começa a receber 2ª parcela do auxílio nesta terça-feira

Bolsa Família começa a receber 2ª parcela do auxílio nesta terça-feira

Pagamento hoje será para quem tem o NIS com final 1; veja o calendário para os integrantes do programa   

Integrantes do Bolsa Família começam a receber auxílio

Integrantes do Bolsa Família começam a receber auxílio

Jefferson Rudy/Agência Senado

Os beneficiários do Bolsa Família começam a receber a segunda parcela do novo auxílio emergencial a partir desta terça-feira (18). Esse grupo segue o calendário regular de pagamento do programa, que é realizado nos dez últimos dias úteis de cada mês, de forma escalonada, de acordo com final do NIS (Número de Identificação Social).

Assim como em abril, serão beneficiados ao todo mais de 10 milhões de pessoas do programa, mas nesta terça-feira recebem o pagamento quem tem o NIS final 1. A base de dados com o processamento desse público pode ser consultada em www.cidadania.gov.br/auxilio.

Além disso, a Caixa Econômica Federal começou nesta semana a depositar o pagamento da segunda parcela do benefício para o público geral. No domingo, receberam pessoas nascidas em janeiro e, nesta terça-feira, será a vez de quem faz aniversário em fevereiro.

Reprodução/Ministério da Cidadania

Os pagamentos para o público geral são feitos por meio de depósito na conta poupança digital, que pode ser movimentada por aplicativo, para pagamento de boletos, compras na internet e pelas maquininhas em mais de um milhão de estabelecimentos comerciais.

Há também a opção de girar a grana usando o PIX, sistema de pagamentos instantâneo do Banco Central. A única exceção às transações se dá para os casos de transferência para conta de mesma titularidade.

Repasses

O total de beneficiados no primeiro ciclo atingiu 39,1 milhões de pessoas, menos do que os 45,6 milhões estimados inicialmente pelo Ministério da Cidadania. Os números levam em conta os inscritos no Cadastro Único, as pessoas contempladas via aplicativos e meios digitais, além dos beneficiários do Bolsa Família.

Os dados são atualizados pelo Ministério da Cidadania com informações da Secretaria Nacional do Cadastro Único e da Secretaria Nacional de Renda de Cidadania.

Dentro desse total de elegíveis, 23,8 milhões foram contemplados via aplicativos e meios digitais; 10,01 milhões estão incluídos no Bolsa Família e outros 5,2 milhões no Cadastro Único (exceto Bolsa Família).

O valor investido nos repasses para a primeira parcela chegou R$ 8,9 bilhões. O orçamento aprovado para o pagamento do Auxílio Emergencial 2021 pelo Congresso Nacional é de R$ 44 bilhões.

A nova rodada de repasses começou em abril e terminará em julho, e cada uma das quatro cotas terá valor médio de R$ 250. Mulheres chefes de família receberão R$ 375 e pessoas que vivem sozinhas, R$ 150. 

Últimas