Bolsonaro assina MP que eleva salário mínimo para R$ 1.045

O texto será publicado na edição desta sexta-feira (31) do Diário Oficial da União e o novo valor vai vigorar a partir de 1º de fevereiro 

O presidente Jair Bolsonaro que assinou MP com novo valor do salário mínimo

O presidente Jair Bolsonaro que assinou MP com novo valor do salário mínimo

GLEDSTON TAVARES/FRAMEPHOTO/FRAMEPHOTO/ESTADÃO CONTEÚDO


O Palácio do Planalto informou, no início da noite desta quinta-feira (30), que o presidente da República, Jair Bolsonaro, editou e assinou texto da Medida Provisória (MP) que fixa, a partir do dia 1º de fevereiro, o salário mínimo em R$ 1.045,00. O valor representa acréscimo de R$ 6,00 em relação ao estabelecido pela MP de 31 de dezembro de 2019, em R$ 1.039,00.

Leia mais: Novo salário mínimo compra duas cestas básicas e mais 1 kg de carne

"O valor do salário mínimo até então vigente era de R$ 1.039,00 e fora calculado levando em conta a projeção do INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor) para o mês de dezembro. A alteração se mostra necessária para adequar o valor do salário mínimo à efetiva variação do INPC, divulgada em 10 de janeiro de 2020 pelo Banco Central", informou o Planalto.

O texto será publicado na edição desta sexta-feira (31), do Diário Oficial da União (DOU) e o novo valor vai vigorar a partir de 1º de fevereiro. 

Além da reposição pelo INPC (Índice de Preços ao Consumidor) de 2019, que fechou em 4,48%, também foi incorporado um resíduo de 2018 (porcentagem do INPC daquele ano que não havia sido levada em conta no reajuste do mínimo de 2019).