Bolsonaro diz que dificilmente crescimento chegará a 2% neste ano

No dia 11, o Ministério da Economia revisou as estimativas de crescimento para 2020, que passou de alta de 2,4% no PIB para 2,1%

  • Economia | Do R7

audima
O presidente Jair Bolsonaro
BRUNO ROCHA/FOTOARENA/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO

O presidente da República, Jair Bolsonaro, afirmou nesta segunda-feira (16), que o crescimento do Brasil não deve chegar aos 2% em 2020. Segundo ele, a epidemia de coronavírus preocupa bastante.

No dia 11 de março, o Ministério da Economia revisou as estimativas de crescimento para 2020, que passou de alta de 2,4% no PIB para nova previsão de 2,1%.

Em entrevista à Rádio Bandeirantes, Bolsonaro destacou que o ministro da Economia, Paulo Guedes, tem "100% do seu apoio". "Imprensa mentirosa. Nunca falei que Guedes tem prazo de validade ou que tem que resolver situação até tal hora", afirmou em referência a demora para a entrega das reformas tributária e administrativa, ainda não enviadas pelo governo.

Leia mais: Equipe econômica corta previsão de PIB para 2,1% em 2020 por impacto de coronavírus

Bolsonaro informou que se reunirá nesta segunda-feira com Guedes para buscar soluções em relação à economia considerando a situação do coronavírus no País.

Publicidade

O presidente disse ainda que não interfere nas decisões de Guedes, mas faz ressalvas em relação ao aspecto político das medidas do ministro.

"O que eu interfiro, reservadamente, na política econômica é o viés político das decisões", comentou Bolsonaro.

Ir para versão mobile