Economia Brasileiros precisam trabalhar mais de 1 ano para comprar novo iPhone

Brasileiros precisam trabalhar mais de 1 ano para comprar novo iPhone

Aparelho modelo 13 Pro Max tem custo estimado de R$ 15.499 no Brasil, o valor mais elevado do mundo, aponta pesquisa

  • Economia | Do R7

Dólar alto e impostos encarecem iPhone no Brasil

Dólar alto e impostos encarecem iPhone no Brasil

Divulgação/Apple

Sonho de consumo dos consumidores mais tecnológicos, o iPhone 13 deve passar longe das mãos dos brasileiros, já que o modelo Pro Max, com capacidade de armazenamento de 1 terabyte, será comercializado por um valor de R$ 15.499, o equivalente a 14 salários mínimos.

O período de trabalho necessário para adquirir a novidade da Apple fica bem distante do observado entre os americanos, que precisam de pouco mais de um mês para comprar o mesmo smartphone, e os australianos, que podem comprar o celular com somente 12 dias de trabalho.

De acordo com um levantamento feito pelo portal de descontos Cupom Válido, o Brasil é o país onde o iPhone, iPad, AirPods e MackBook são os mais caros do planeta, com preços mais altos do que os praticados em países emergentes e em outras nações da América do Sul.

“O mais impressionante é que, se considerarmos o produto mais caro da Apple, o MacBook Pro de 16 polegadas 10x32 Core, 32GB de RAM, 1TB SSD, cujo valor é de R$ 45.499, um brasileiro que ganha um salário mínimo precisaria trabalhar mais de quatro anos para adquirir o notebook”, calcula o Cupom Válido.

A elevada carga tributária e a desvalorização do real são citadas como as duas razões responsáveis pelo alto custo dos produtos eletrônicos no Brasil. Segundo a pesquisa, cerca de 40% do valor final cobrado pelo iPhone vai para o pagamento de IPI, imposto de importação, PIS, COFINS e ICMS.

Divulgação/Cupom Válido

Últimas