Bolsa Família

Economia Caixa libera saque da 5ª parcela do auxílio aos nascidos em março

Caixa libera saque da 5ª parcela do auxílio aos nascidos em março

Trabalhadores informais já podem resgatar o valor, movimentado antes pelo aplicativo da Caixa. Veja o calendário de retiradas

Média do auxílio emergencial neste ano é de R$ 250

Média do auxílio emergencial neste ano é de R$ 250

Marcello Casal Jr. / Agência Brasil

Os beneficiários nascidos em março podem sacar ou transferir o dinheiro da 5ª parcela do auxílio emergencial a partir desta sexta-feira (3). Os valores foram depositados em conta poupança digital para este grupo no dia 21 de agosto.

Até agora, o dinheiro só podia ser movimentado por meio do aplicativo Caixa Tem, que permite o pagamento de contas domésticas (água, luz, telefone e gás), de boletos, compras em lojas virtuais ou compras com o código QR (versão avançada do código de barras) em maquininhas de estabelecimentos parceiros.

Além disso, são permitidas transferências instantâneas entre bancos via Pix (exceto para contas de mesma titularidade).

A série de autorizações de retirada da quinta parcela, a primeira das três extras anunciadas pelo governo federal, continuará nos próximos dias e se encerrará com a liberação para os nascidos em dezembro, no dia 20 (veja abaixo o calendário completo).

De acordo com o Ministério da Cidadania, o investimento somente para esse público de trabalhadores informais inscritos no CadÚnico nesta remessa do benefício (ciclo 5) foi de R$ 442 milhões.

Extras

O auxílio emergencial foi criado em abril do ano passado pelo governo federal para atender a população de baixa renda afetada pela pandemia. Ele foi pago em cinco parcelas de R$ 600 ou R$ 1.200 para mães chefes de família e, depois, estendido até 31 de dezembro de 2020 em até quatro parcelas de R$ 300 ou R$ 600 cada.

Neste ano, a rodada de pagamentos, durante sete meses, prevê parcelas de R$ 150 a R$ 375, dependendo do perfil: as famílias, em geral, recebem R$ 250; mulheres chefes de família têm direito a R$ 375; e pessoas que moram sozinhas, R$ 150.

O programa se encerraria com a quarta parcela, depositada em julho e sacada em agosto, mas foi prorrogado até outubro, com os mesmos valores para o benefício. Em novembro, os beneficiários mais vulneráveis devem começar a receber o Auxílio Brasil, programa idealizado pelo governo Bolsonaro para substituir o Bolsa Família.

Cerca de 39 milhões de pessoas são contempladas com o auxílio emergencial.

Confira o calendário

5ª parcela (saque em dinheiro nas lotéricas e caixas eletrônicos)

Nascidos em janeiro: 1º/9
Nascidos em fevereiro: 2/9
Nascidos em março: 3/9
Nascidos em abril: 6/9
Nascidos em maio: 9/9
Nascidos em junho: 10/9
Nascidos em julho: 13/9
Nascidos em agosto: 14/9
Nascidos em setembro: 15/9
Nascidos em outubro: 16/9
Nascidos em novembro: 17/9
Nascidos em dezembro: 20/9

Últimas