Economia Campos Neto: países passaram a se concentrar em cronograma da vacinação

Campos Neto: países passaram a se concentrar em cronograma da vacinação

O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, afirmou nesta quarta-feira, 25, que, nos últimos dois ou três dias, o mercado financeiro e os países passaram a se concentrar na questão dos cronogramas para a vacinação contra a covid-19, e não mais na ajuda financeira durante a pandemia do novo coronavírus. Este comentário surge na esteira de notícias de que vários laboratórios estão próximos de lançar vacinas contra a covid-19.

Ao tratar dos efeitos da pandemia, Campos Neto lembrou que países e regiões que tiveram curva de contaminação em "formato de sino" tiveram subidas e quedas muito rápidas. "Quase todos tiveram segunda onda", disse. "Apesar de ter segunda onda, número de óbitos em países foi menor", acrescentou.

Campos Neto avaliou ainda a recuperação da economia em diferentes países. "Os EUA tiveram recuperação no terceiro trimestre muito forte", citou. "A China teve recuperação em V mais clara e mais óbvia; recuperou mais rápido", acrescentou. Ao tratar da Europa, Campos Neto avaliou que a região teve início de recuperação em V forte. "Depois, a recuperação se atenuou", disse.

No caso brasileiro, Campos Neto disse que o que vai diferenciar o País na recuperação é o acesso ao crédito, principalmente para pequenas e médias empresas (PME).

Campos Neto participa hoje do evento virtual "IV Painel Cooperativismo Financeiro", organizado pela cooperativa Sicoob Engecred. No início de sua fala, o presidente do BC disse que "o cooperativismo é uma das bandeiras fortes" da autarquia.

Últimas