CNI lança cursos online para ajudar pequenas empresas a exportar

Programa “Quero Exportar” tem opções que vão desde o básico até temas mais avançados como precificação e adequação de embalagens

CNI lançou a série de cursos 100% digitais “Quero Exportar”

CNI lançou a série de cursos 100% digitais “Quero Exportar”

Pixabay

Diante da crise gerada pela pandemia do novo coronavírus e a consequente retração da demanda, a exportação torna-se uma alternativa para micro e pequenas indústrias. Para ajudar o setor produtivo nesse movimento, a Confederação Nacional da Indústria (CNI) lançou a série de cursos 100% digitais “Quero Exportar”.

Leia também: Falta planejamento para reabertura econômica, avalia presidente da CNI

As opções vão desde o básico, para quem está começando no processo de internacionalização, até temas mais avançados como precificação e adequação de embalagens. 

“Uma empresa que se internacionaliza está menos vulnerável às questões do mercado doméstico”, comenta Diego Bonomo, gerente-executivo de Comércio Exterior da CNI. “Mas, para exportar, a empresa precisa se preocupar com uma série de etapas que envolvem a gestão, preparação do produto e toda a questão documental. Planejamento é fundamental entrar e garantir uma operação sustentável no mercado internacional. A CNI quer ajudar nesse processo”, completa Bonomo.

Os cursos disponíveis são: Exportação passo a passo; Formação do Preço de Exportação; e Desenvolvimento e Adequação da Embalagem.

Com uma linguagem fácil, acessível e focada na prática, o conteúdo vai ajudar o usuário a saber se está preparado para iniciar essa jornada, aprender a usar a calculadora da CNI para precificar o produto para o mercado internacional e conhecer pontos importantes a serem considerados na preparação da embalagem para o mercado internacional independente do setor do negócio. Entre os diferenciais do programa de qualificação, além da expertise da entidade que oferece, está o baixo valor de investimento, a partir de R$ R$ 159,00.

Além da qualificação, a CNI oferece uma série de serviços para as empresas que já iniciaram a jornada de internacionalização. Entre eles, o Certificado de Origem Digital (COD), que garante a produtos brasileiros benefícios tarifários em diversos países e o ATA, uma espécie de passaporte aduaneiro internacional que permite a exportação e a importação temporária de bens para mais de 75 países. Saiba mais em http://www.portaldaindustria.com.br/cni/canais/assuntos-internacionais/o-que-fazemos/servicos/