Colheita de soja do Paraná dispara a 42% da área; plantio de milho atinge 61%

SÃO PAULO (Reuters) - A colheita de soja do Paraná atingiu até quarta-feira 42% da área total semeada no Estado, avanço de 20 pontos percentuais na comparação com a semana anterior, de acordo com dados do Departamento de Economia Rural (Deral), do governo estadual.

Os dados indicam que produtores aproveitaram um período de chuvas abaixo da média para a época na última semana, conforme dados do terminal Eikon, para avançar com os trabalhos, que ainda assim estão atrasados na comparação com 2019 (51%), quando os paranaenses registraram o ritmo mais forte.

O Paraná, segundo Estado produtor de soja do Brasil, atrás do Mato Grosso, deverá colher uma safra recorde de soja em 2019/20, de 20,36 milhões de toneladas, estimou o Deral na semana passada.

Mas o ritmo de colheita deste ano está mais acelerado na comparação com 2018, quando nesta época somente 27% da área de soja estava colhida, segundo o Deral.

Até a última sexta-feira, o Brasil havia colhido cerca de um terço de sua safra de soja.

No caso do milho segunda safra, que em geral está sendo plantado após a colheita de soja, o plantio atingiu 61% da área projetada, quase o dobro do visto na semana anterior (32%). Na mesma data no ano passado, o Estado tinha 73% do milho "safrinha" já semeado.

No milho primeira safra, a colheita avançou para 37% da área, versus 23% na semana anterior e 32% em 2019.

As lavouras de soja e milho do Paraná estão em situação favorável, com 99% da safrinha do cereal em boa condição, segundo o Deral.

None

(Por Roberto Samora)