Coronavírus

Economia Com até 80% de desconto, liquidações se adaptam à pandemia

Com até 80% de desconto, liquidações se adaptam à pandemia

Redes varejistas criaram medidas para evitar aglomerações, como diluir as promoções em vários dias em lojas físicas, site e app 

Expectativa do comércio é de aumento de vendas no início do ano

Expectativa do comércio é de aumento de vendas no início do ano

LUCIANO CLAUDINO/CÓDIGO19/ESTADÃO CONTEÚDO

Com a pandemia de coronavírus, as liquidações do começo do ano tiveram que se adaptar. Além dos descontos de até 80% e do protocolo conra a covid-19, as redes varejistas criaram medidas para evitar aglomerações. As empresas vão estender as promoções por mais dias e estimular as vendas online, que cresceram desde o início da crise sanitária.

Leia também: Comércio termina 2020 com confiança em queda, diz pesquisa

Uma das mais populares, a “liquidação fantástica” do Magazine Luiza, que costuma registrar filas, terá parte das ofertas diluída em quatro dias, no site, lojas físicas e aplicativo, começando nesta quinta-feira (7) e se estendendo até o domingo (10).

Segundo a rede, a medida é para “aliviar a forte demanda na sexta-feira, dia 8”, que deve reunir a maior parte das ofertas. Ao contrário de anos anteriores, quando as lojas físicas começavam a funcionar mais cedo, neste ano, os pontos de venda devem abrir as portas no horário normal.

Outra medida para os clientes que preferirem receber atendimento de um vendedor,
mas sem sair de casa, a rede oferece a venda remota, via aplicativo de mensagem, por texto, chamada de vídeo ou áudio. 

Para quem optar por comprar nas lojas,  os vendedores estarão equipados com o "caixa móvel", que realiza todas as operações de compra e pagamento por um celular, sem que o cliente precise se deslocar até o caixa.

Nas Americanas, a promoção começou na segunda-feira (4), com descontos de até 80%, e vai até domingo (10). Segundo a rede, as ofertas envolvem 45 categorias de produtos, de eletrodomésticos a alimentos. Os clientes poderão receber pedidos em até 3 horas comprando das lojas pelo site, app e WhatsApp, além de ofertas com frete grátis, cupons e promoções exclusivas no site, app e nas lojas físicas.

Na rede Extra, a liquidação começou na segunda-feira (4) e vai até domingo (10). O evento inclui as lojas físicas de hipermercados, supermercado, minimercado, além do e-commerce alimentar. Os descontos são de até 50%.

Na Via Varejo, dona das bandeiras Casas Bahia e Ponto Frio, as ofertas vão de 4 a 10 de janeiro, com desconto de 70%, e envolve as lojas físicas e o comércio online.

Outro diferencial das redes é a entrega rápida dos produtos, para quem optar pela compra online. O Magalu vai disponibilizar em diversas cidades a retirada do produto adquirido no e-commerce na loja mais próxima do endereço do cliente. A Lojas Americanas também promete entregar a compra online em até três horas, se ela tiver sido feita no site, porém na loja mais próxima da casa do cliente.

Lojas cheias

"A expectativa é positiva, porque o comércio finalizou o ano com movimento e lojas cheias. Desde a Black Friday, em novembro, até no Natal, em dezembro, foi muito produtivo. Muita gente deve fazer suas compras agora, no início do ano, aproveitando os descontes de até 80%",  afirma Guilherme Dietze, assessor econômico da FecomercioSP.

Sobre as medidas para evitar aglomeração, a FecomercioSP tem alertado para que não haja qualquer tipo de movimentação pontual, para evitar que muita gente vá até uma loja num espaço curto de tempo. "A gente vê com certa tranquilidade neste sentido os varejista fazendo de acordo com o protocolo e o aumento do prazo."

Ele explica que, com o fim do auxílo emergencial e o aumento expressivo dos alimentos, que diminuem o poder de compra, os varejistas devem ficar mais atentos para postegar esse período de liquidação para continuar atraindo o consumidor. "Tem gente que não está segura no seu emprego ou com medo da segunda onda. Há ainda um cenário de cautela no início do ano", conclui Dietze.

Últimas