Economia Confiança da zona do euro atinge máxima de 21 anos com reaberturas

Confiança da zona do euro atinge máxima de 21 anos com reaberturas

MACRO-ZONADOEURO-SENTIMENTO:Confiança da zona do euro atinge máxima de 21 anos com reaberturas

Reuters - Economia

BRUXELAS (Reuters) - A confiança econômica da zona do euro melhorou em junho e atingiu uma máxima de 21 anos, com o ritmo acelerado de vacinações contra a Covid-19 possibilitando mais reaberturas e um clima melhor em todos os setores da economia, especialmente no varejo e serviços.

A pesquisa mensal da Comissão Europeia para os 19 países que compartilham o euro mostrou nesta terça-feira que o otimismo subiu para 117,9 pontos em junho, de 114,5 em maio, superando as expectativas de pesquisa da Reuters de uma melhora para 116,5.

A confiança foi muito melhor em serviços, o maior setor da zona do euro que é responsável por mais de dois terços do Produto Interno Bruto (PIB). O subíndice subiu para 17,9 pontos em junho, de 11,3 em maio, muito acima das expectativas.

A confiança no setor de varejo aumentou de 0,5 ponto em maio para 4,5 pontos.

O otimismo na indústria, construção e entre os consumidores também aumentou, embora de forma mais modesta.

O sentimento na Alemanha atingiu uma máxima histórica e melhorou nos seis maiores países da União Europeia, exceto na Espanha, onde diminuiu ligeiramente.

Consumidores também começaram a esperar uma inflação mais alta nos próximos 12 meses, com a leitura subindo a uma máxima de 13 meses, para 24,7.

(Por Philip Blenkinsop)

Últimas