Economia Conflito na Ucrânia pode cortar um ponto percentual do PIB global neste ano, estima OCDE

Conflito na Ucrânia pode cortar um ponto percentual do PIB global neste ano, estima OCDE

Organização defende aumentos dos gastos governamentais em resposta às consequências econômicas agravadas pela crise

Reuters - Economia
OCDE prevê PIB menor e inflação maior em 2022

OCDE prevê PIB menor e inflação maior em 2022

Charles Platiau/Reuters - 3.9.2009

A crise na Ucrânia pode cortar mais de um ponto percentual do crescimento global neste ano e acrescentar 2,5 pontos à inflação, estimou a OCDE (Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico) nesta quinta-feira (17), pedindo aumentos dos gastos de governos em resposta.

Aumentos bem direcionados de gastos governamentais dos países da OCDE na ordem de 0,5% do PIB podem reduzir o impacto econômico da guerra a cerca de metade sem aumentar de forma significativa a inflação, disse o órgão.

Com a Europa fortemente dependente das importações de energia russa, o impacto negativo da guerra na economia da zona do euro pode chegar a 1,4%, enquanto nos Estados Unidos seria de 0,9%, estimou a OCDE em uma análise das consequências econômicas da guerra.

Embora Rússia e Ucrânia respondam por apenas 2% do PIB global, os dois países têm impacto enorme sobre os mercados de energia e commodities, já que são importantes produtores de matérias-primas usadas em tudo, de catalisadores a carros e fertilizantes.

Como os saltos nos preços de energia e commodities apresentam nova pressão sobre a inflação já elevada, a OCDE disse que os bancos centrais devem focar a normalização da política monetária, embora um ritmo mais lento seja justificado em países onde as consequências econômicas da guerra sejam piores.

Últimas