Coronavírus fará FGV divulgar com mais frequência indicadores e estudos

Devido à pandemia de coronavírus e à necessidade de se acompanhar mais rapidamente os impactos sobre a economia, o Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getúlio Vargas (Ibre/FGV) passará a divulgar a partir de desta quarta-feira, 1ª de abril, em caráter temporário, alguns de seus indicadores e estudos especiais com mais frequência.

Nesta quarta, a FGV já disponibilizou o resultado do Indicador de Atividade Econômica (IAE). No mês, de acordo a FGV, serão divulgadas duas prévias do IAE-FGV e o resultado final.

O objetivo, de acordo com a FGV, é divulgar os dados macroeconômicos com mais frequência, a fim de possibilitar uma leitura melhor do futuro.

"Novas informações surgem a cada dia. Por isso a nossa ideia é acompanhar a trajetória de forma mais frequente, porque permite produzir novas análises que estejam mais de acordo com cada momento", analisou Claudio Considera, pesquisador associado do FGV Ibre e coordenador do IAE-FGV.