Coronavírus

Economia Covid-19: Governo zera imposto de importação de 65 itens

Covid-19: Governo zera imposto de importação de 65 itens

Decisão do Ministério da Economia contempla medicamentos para alívio de dor, sedação, intubação e respiração artificial

  • Economia | Do R7

Monitores de UTI também entram na isenção

Monitores de UTI também entram na isenção

Marcelo Oliveira/EFE - 22.03.2021

A Camex (Câmara de Comércio Exterior), do Ministério da Economia, zerou temporariamente o imposto de importação de mais 65 produtos usados para o combate ao novo coronavírus.

A decisão contempla medicamentos para alívio de dor, sedação, intubação e respiração artificial, entre anestésicos, calmantes, analgésicos e antibióticos.

Também entram nas regras monitores para leitos clínicos e de UTI (Unidade de Terapia Intensiva), equipamentos para análise de gases respiratórios e central de monitoração para UTI adulto, além de carrocerias e caminhões-tanque para transporte de cargas perigosas, como oxigênio.

Com a nova decisão, chega a 628 o número de produtos com imposto zerado em função do combate à pandemia. O governo afirma que monitora e promove ajustes na mencionada lista levando em conta a avaliação das circunstâncias epidemiológicas.

Últimas