Economia CPMF está fora da reforma tributária, diz Bolsonaro

CPMF está fora da reforma tributária, diz Bolsonaro

Presidente afirma que a tentativa de inclusão do tema no projeto enviado ao Congresso motivou a exoneração do secretário especial da Receita Federal

reforma tributária

Bolsonaro: aumento de impostos está fora da reforma

Bolsonaro: aumento de impostos está fora da reforma

Adriano Machado/Reuters - 3.9.2019

O presidente Jair Bolsonaro garantiu nesta quarta-feira (11) que a proposta de criação de um imposto aos moldes da extinta CPMF está de fora da reforma tributária.

De acordo com ele, a tentativa de inclusão do tema no projeto enviado ao Congresso motivou a exoneração do secretário especial da Receita Federal, Marcos Cintra, que será substituído interinamente pelo atual subsecretário-geral da Receita, José de Assis Ferraz Neto.

Do hospital, onde se recupera da cirurgia para retirada de hérnia incisional, Bolsonaro usou sua conta no Twitter para manifestar "divergências" a respeito do projeto. "A recriação da CPMF ou aumento da carga tributária estão fora da reforma tributária por determinação do presidente", afirmou.

Leia também: Por que a criação de uma 'nova CPMF' é tão polêmica?

Ontem (10), o secretário adjunto da Receita Federal, Marcelo Silva, disse que o governo iria enviar uma proposta de criação da CP (Contribuição sobre Pagamentos) com alíquota de 0,2% para compras no débito e crédito financeiro e de 0,4% no saque e depósito em dinheiro.

Ao confirmar a exoneração de Cintra, o Ministério da Economia afirmou que ainda não há um projeto de reforma tributária finalizado. "A equipe econômica trabalha na formulação de um novo regime tributário para corrigir distorções, simplificar normas, reduzir custos, aliviar a carga tributária sobre as famílias e desonerar a folha de pagamento", destacou a pasta.