Crédito para microempresas preocupa governo, diz secretário

Adolfo Sachsida, responsável pela Política Econômica do Ministério da Economia, diz que pequenos empresários estão enfrentando dificuldades 

Acesso ao crédito preocupa Ministério da Economia

Acesso ao crédito preocupa Ministério da Economia

José Lucena/ Futura Press/ Estadão Conteúdo - 09.04.2020

O secretário de Política Econômica do Ministério da Economia, Adolfo Sachsida, disse nesta terça-feira (14) que a dificuldade que as microempresas estão enfrentando para acessar crédito tem sido uma das preocupações do Ministério da Economia.

"Crédito para as microempresas está com dificuldade e isso é uma das nossas preocupações", disse Sachsida. Mas ele frisou, por várias vezes, durante uma transmissão ao vivo da XP Investimentos, que para as pessoas pobres está ocorrendo transferência de recursos.

Sobre o Programa de Ajuda aos Estados e Municípios, o chamado Plano Mansueto, referência ao desenho do programa de ajuda aos entes da Federação feito pelo secretário do Tesouro Nacional, Mansueto Almeida, o titular da SPE disse que há partes no projeto que "não concordamos". "É fundamental mandar recursos a Estados e municípios, mas de forma correta", afirmou.

Portal R7: acompanhe a cobertura completa da pandemia de covid-19

Sachsida emendou que o governo está com dificuldades de chegar nos parlamentares para fazer articulações. Ele diz discordar, por exemplo, com a garantia do mesmo nível de ICMS de 2019 porque assim a transferência para um Estado rico como São Paulo será maior do que a transferência para um Estado pobre como o Piauí. E isso, de acordo com o secretário da SPE, precisa ser discutido com o Parlamento.

"Queremos mesmo mandar mais dinheiro para Estado mais rico? Transferência per capta ou focada em saúde não seria melhor", indagou o secretário. "Espero que Senado debata melhor a transferência para os Estados e municípios", cutucou Sachsida, para quem "transferência a Estados não pode preservar a desigualdade já existente.