Cresce procura por registro no Conselho de Enfermagem de SP

Desde o início da quarentena no Estado, todo o atendimento ao profissional de enfermagem passou a ser feito exclusivamente online

Crise do coronavírus aumentou a demanda por profissionais da saúde

Crise do coronavírus aumentou a demanda por profissionais da saúde

Pixabay

Os pedidos de inscrição profissional no Coren- SP (Conselho Regional de Enfermagem de São Paulo) cresceram 46%, em comparação com março de 2019. Estas novas inscrições são de profissionais recém formados ou até mesmo de técnicos em enfermagem que conseguiram se graduar.

Leia mais: Governo Federal lança medidas de auxílio a empresários de todo o país

Segundo assessoria de imprensa do Coren-SP, em uma semana, o conselho chegou a receber mais de 5 mil pedidos de novos registros profissionais. "Foi feita uma força-tarefa internamente para conseguir analisar os pedidos e liberá-los com mais aglidade", explica a assessoria.

Nesta primeira semana, também foram processados 105 pedidos de reabertura de inscrição.

Desde o decreto que instituiu quarentena no estado de São Paulo, o Coren-SP teve que procurar uma forma de continuar emitindo novos registros e realizando outros tipos de atendimentos. Desde o dia 24 de março, todo o atendimento ao profissional de enfermagem passou a ser feito exclusivamente online.

O número de pedidos está ligado a nova demanda gerada pela crise do coronavírus no país. De acordo com a Catho, plataforma de empregos online, no início, mais de 3,7 mil vagas foram abertas.

Segundo a entidade, se compararmos esse mesmo período ano contra ano, identificamos um aumento de 500% para vagas na área da saúde. Dentre os principais cargos disponíveis estão técnicos de enfermagem e enfermeiros.