Economia Divisão de defesa da Airbus planeja cortar mais de 2.300 empregos

Divisão de defesa da Airbus planeja cortar mais de 2.300 empregos

Reuters

(Reuters) - O setor de defesa da Airbus divulgou nesta quarta-feira planos para cortar mais de 2.300 empregos, citando um mercado estável e o adiamento de contratos.

O plano prevê a redução de 2.362 posições até o final de 2021, das quais 829 na Alemanha, 357 no Reino Unido, 630 na Espanha, 404 na França e 141 em outros países, segundo comunicado da companhia.

O grupo foi atingindo com uma perda de 1,2 bilhão de euros, impactada por proibição alemã de exportações para a Arábia Saudita, fazendo com que a divisão perdesse um potencial cliente promissor, disse Dirk Hoke.

A Airbus Defesa e Espaço, formada em 2014 como parte de uma reestruturação mais ampla, emprega 34 mil funcionários - 13 mil na Alemanha - e contribui com cerca de 20% da receita da matriz.

(Por Sabine Siebold e Ludwig Burger)

Últimas