Economia Dólar desaba 1,19% e fecha a semana cotado a R$ 5,38

Dólar desaba 1,19% e fecha a semana cotado a R$ 5,38

Forte queda da moeda norte-americana foi guiada por perspectiva de estímulo nos Estados Unidos

Reuters
Dólar caiu 1,7% na semana e tem alta de 3,7% em 2021

Dólar caiu 1,7% na semana e tem alta de 3,7% em 2021

Gary Cameron/Reuters

O dólar registrou forte queda contra o real nesta sexta-feira (5), após a divulgação de um importante relatório de emprego dos Estados Unidos e em meio a expectativas crescentes de mais estímulo econômico na maior economia do mundo, enquanto os investidores reagiam a comentários feitos pelo presidente Jair Bolsonaro nesta manhã.

Na sessão, a moeda norte-americana caiu 1,19%, a R$ 5,3849, apresentando perda semanal de 1,71% contra a divisa brasileira. No acumulado de 2021, o dólar já sobe cerca de 3,7% contra o real.

Na mínima do pregão, o dólar spot chegou a tocar R$ 5,3451, refletindo a fraqueza da moeda norte-americana no exterior depois que dados desta sexta-feira mostraram que a criação de vagas de trabalho nos EUA ficou abaixo do esperado em janeiro, enquanto as perdas de emprego no mês anterior foram mais profundas do que se pensava inicialmente.

A Câmara dos Deputados do país aprovou um pacote orçamentário nesta sexta que permite aos democratas aprovarem o projeto de Biden, no montante de US$ 1,9 trilhão, sem apoio republicano. Diante dessa expectativa, moedas de países emergentes, como lira turca, peso mexicano e rand sul-africano ampliaram seus ganhos contra o dólar durante o dia.

Os novos presidentes da Câmara dos Deputados e do Senado, Arthur Lira (PP-AL) e Rodrigo Pacheco (DEM-MG), comprometeram-se nesta semana a avaliar uma forma de retomar o auxílio emergencial com respeito ao teto de gastos.

Últimas