Bolsa Família

Economia Dólar fecha em queda de 0,81%, a R$ 5,28, com precatórios

Dólar fecha em queda de 0,81%, a R$ 5,28, com precatórios

Baixa foi intensificada pela perspectiva local de alguma resolução para os precatórios após reunião com Paulo Guedes

Reuters
Foi a baixa percentual mais forte desde o último dia 13 (-0,84%).

Foi a baixa percentual mais forte desde o último dia 13 (-0,84%).

Marcos Brindicci /Reuters

O dólar fechou em queda ante o real nesta terça-feira (21), num movimento iniciado por uma trégua externa, mas intensificado pela perspectiva local de alguma resolução para os precatórios. O dólar à vista caiu 0,81%, a R$ 5,2854 na venda, após variar de R$ 5,3381 (+0,18%) a R$ 5,2632 (-1,23%). A baixa percentual é a mais forte desde o último dia 13 (-0,84%).

Lá fora, a moeda dos EUA perdia valor frente à maioria de seus pares. O real esteve entre os melhores desempenhos do dia, mas era acompanhado de perto por rivais emergentes como rublo russo e lira turca, sensíveis à percepção global de risco, assim como a divisa brasileira.

Nesta terça, após reunião entre os presidentes do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), e da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), e o ministro da Economia, Paulo Guedes, ficou acertado que a solução para a abertura fiscal capaz de bancar o novo Bolsa Família sairá a partir da análise da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) dos Precatórios, respeitando o teto de gastos. 

Últimas