Dólar tem estabilidade com pacote dos EUA e discurso de Bolsonaro

Investidores dividem atenção entre o acordo sobre um pacote econômico de 2 trilhões de dólares no Senado americano e fala de presidente brasileiro

Dólar opera com estabilidade e leve alta nesta quarta-feira (25)

Dólar opera com estabilidade e leve alta nesta quarta-feira (25)

Rick Wilking/Reuters

O dólar operava entre estabilidade e leve alta em relação ao real nos primeiros negócios desta quarta-feira (25), com investidores dividindo a atenção entre o acordo alcançado sobre um pacote econômico de 2 trilhões de dólares no Senado dos Estados Unidos e as reações ao pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro sobre o coronavírus, transmitido em rede nacional na terça-feira (24).

Leia mais: Prévia da inflação atinge menor patamar para março desde 1994

O Banco Central volta a intervir nos mercados, entre 10h20 e 10h25, com leilão de até 3,3 bilhões de dólares para rolagem de linhas de dólares com compromisso de recompra que vencem no próximo dia 2. Na véspera, o BC não realizou leilões de câmbio.

Leia mais: 'Orientação será de isolamento vertical', dirá Bolsonaro a Mandetta

Às 9h09, o dólar avançava 0,19%, a R$ 5,0916 na venda, enquanto o principal contrato de dólar futuro tinha queda de 0,20%, a R$ 5,0920. No último pregão, o dólar spot caiu 1,10%, a 5,0821 reais na venda.